Última hora

Última hora

Negociações de paz para a Síria recomeçam em Genebra

Em Genebra retomam-se as negociações sobre a paz para a Síria mas ainda com troca de acusações. O governo sírio acusa a oposição de estar

Em leitura:

Negociações de paz para a Síria recomeçam em Genebra

Tamanho do texto Aa Aa

Em Genebra retomam-se as negociações sobre a paz para a Síria mas ainda com troca de acusações. O governo sírio acusa a oposição de estar fragmentada, de não ter um programa.

O responsável sírio nesta negociação afirma que não serão aceites condições ao diálogo e faz ameaças:

“O nosso diálogo baseia-se no facto de que não há pré-condições. Já estamos a negociar com muitos grupos da oposição que estão fragmentados e não têm um programa unificado. Pré-condições podem significar o bloqueio do diálogo e o desejo de que esta nova ronda de negociações fracasse, como da última vez”, afirmou à euronews, Bashar al-jaafari.

A oposição diz que o cessar-fogo, em vigor desde 27 de fevereiro, resulta em vantagem para Bashar al-Assad mas, para lá da polémica, sabe o que quer para a Síria:

“Estamos aqui em Genebra por um motivo: queremos tornar a vida da Síria e do povo sírio melhor. Agradecemos à Organização das Nações Unidas pelo seu papel, sei que está a fazer tudo para a paz e por uma vida melhor para os sírios. E nós, enquanto oposição síria, do HNC, temos como patrão os milhões que precisam que isto acabe, para que seja criado um governo de transição para o povo sírio”, afirmou à euronews Hind Aboud Kabawat, da delegação da oposição síria.

Enquanto se aguarda a reunião entre o enviado da ONU para a Síria e a oposição síria, várias questões continuam sem resposta. Resta saber se estas novas conversações conseguirão que se alcance um acordo político para o fim da guerra na Síria”, pergunta a enviada da euronews a Genebra, Faiza Garah.