Última hora

Última hora

Bélgica: Seis suspeitos de terrorismo detidos em Bruxelas

Foram detidos na quinta-feira à noite em Bruxelas, nos bairros de Jette et de Schaerbeek, seis homens suspeitos de envolvimento nos atentados

Em leitura:

Bélgica: Seis suspeitos de terrorismo detidos em Bruxelas

Tamanho do texto Aa Aa

Foram detidos na quinta-feira à noite em Bruxelas, nos bairros de Jette et de Schaerbeek, seis homens suspeitos de envolvimento nos atentados, segundo a pèrocuradoria federal belga.

As autoridades belgas decidiram baixar o nível de alerta anti-terrorista no país de 4 para 3. O nível máximo tinha sido acionado na sequência dos atentados de terça-feira em Bruxelas, que fizeram 31 mortos e 300 feridos.

As forças policiais estão mobilizadas em todo o país para encontrar os suspeitos ainda a monte. Foram identificados três dos bombistas suicidas: os irmãos El Bakroui e Najim Laachroui, suspeito de envolvimento no atentado no aeroporto. Está a ser procurado um quarto homem e as autoridades começam a sugerir que um quinto terrorista pode ter participado no ataque. Este suspeito foi filmado pela câmara de vigilância na estação de Maelbeek do metro de Bruxelas na terça-feira, ao lado de Khalid El Bakraoui, o bombista suicida.

Entretanto multiplicam-se as críticas à falta de coordenação dos serviços de segurança belgas. Os ministros da Administração Interna e da Justiça, Jan Jambon e Koen Geens, apresentaram a demissão esta quinta-feira, um pedido recusado pelo primeiro-ministro Charles Michel. Os dois membros do Governo assumiram erros, depois de, na quarta-feira, o presidente da Turquia Recep Erdogan ter revelado que a Bélgica “ignorou” os avisos de Ancara sobre Ibrahim El Bakraoui, um dos terroristas que se fez explodir no aeroporto de Zaventem.

Ibrahim El Bakraoui foi expulso da Turquia por duas vezes, em Junho e Agosto do ano passado, por alegadas ligações ao radicalismo islâmico.

Os dois irmãos El Bakraoui figuravam na lista de suspeitos de terrorismo dos Estados Unidos. Khalid e Ibrahim estavam referenciados pelas agências norte-americanas, de acordo com fontes citadas pela agência Reuters.

O aeroporto internacional de Bruxelas-Zaventem permanecerá encerrado ao tráfego aéreo até domingo ao fim do dia, anunciou na quinta-feira a companhia Brussels Airport.

O Centro de Crise belga divulgou o número de telefone 0032 78 15 1771 para chamadas do estrangeiro de pessoas que procurem informções sobre as vítimas dos atentados de terça-feira.