Última hora

Última hora

Panamá: Personalidades mundiais expostas em fuga de documentos sem precedentes

É um ataque informático sem precedentes que dará que falar nos próximos meses. Uma enorme fuga de documentação da firma de advogados, Mossack

Em leitura:

Panamá: Personalidades mundiais expostas em fuga de documentos sem precedentes

Tamanho do texto Aa Aa

É um ataque informático sem precedentes que dará que falar nos próximos meses.

Uma enorme fuga de documentação da firma de advogados, Mossack Fonseca, no Panamá, revelou nomes de dezenas de líderes mundiais e celebridades e as suas atividades financeiras em mais de 100 paraísos fiscais, dando-lhes acesso a lavagem de dinheiro e evasão ao fisco ou a sanções internacionais.

Vladimir Putin não é citado diretamente, mas, de acordo com o jornal The Guardian, aplicações financeiras de familiares e amigos, que os tornaram ricos, não poderiam – diz o jornal – ter sido feitas sem o apoio do homem forte do Kremlin.

Entre outras personalidades citadas, estão Lionel Messi, Michel Platini e também um membro do comité de ética da FIFA.

Os documentos foram obtidos pelo jornal alemão Sueddeutsche Zeitung através de uma fonte não revelada, que os partilhou com o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação.

Ao todo, o ataque informático rendeu mais de onze milhões e meio de documentos confidenciais, ou seja mais do que o obtido pela Wikileaks.

A firma de advogados diz que sempre agiu de forma legal.