Última hora

Última hora

Dezenas de migrantes desaparecidos após naufrágio ao largo da Líbia

Pelo menos 40 pessoas estarão ainda desaparecidas no Mediterrâneo, ao largo da Líbia, na sequência do naufrágio na sexta-feira, não muito longe da

Em leitura:

Dezenas de migrantes desaparecidos após naufrágio ao largo da Líbia

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 40 pessoas estarão ainda desaparecidas no Mediterrâneo, ao largo da Líbia, na sequência do naufrágio na sexta-feira, não muito longe da Tunísia, de uma embarcação clandestina que estaria a transportar migrantes e refugiados do norte de África para a Europa, via Itália.

Pelo menos 21 pessoas foram resgatadas, num balanço revelado já este sábado pela marinha da Líbia e que contradiz de forma substancial os mais de 80 desaparecidos e 26 resgatados referidos antes pelo porta-voz em Itália da Organização Internacional para as Migrações (IOM, na sigla inglesa).

A marinha italiana revelou, entretanto, imagens de um outro resgate de migrantes que navegavam de forma clandestina no Mediterrâeno, a bordo de um bote de borracha sobrelotado. As autoridades marítimas italianas terão socorrido sexta-feira pelo menos dois barcos deste género, resgatando mais de 230 pessoas, incluindo 72 menores, que deverõ chegar este domingo ao porto siciliano de Pozzalo.

Só este ano, já terão chegado a Itália mais de 27.000 migrantes e refugiados. Destes, quase 1700 só na última semana, numa altura em que a rota de migração dos Balcãs continua encerrada e a meteorologia na zona central do Mediterrâneo começa a melhorar.