Última hora

França: Estradas, caminhos de ferro e refinarias na rota dos protestos contra reforma laboral

A jornada desta quarta-feira manteve-se complicada para os utilizadores de transportes várias regiões francesas, que se viram confrontados com greves dos trabalhadores da empresa de caminhos de ferro…

Em leitura:

França: Estradas, caminhos de ferro e refinarias na rota dos protestos contra reforma laboral

Tamanho do texto Aa Aa

A jornada desta quarta-feira manteve-se complicada para os utilizadores de transportes várias regiões francesas, que se viram confrontados com greves dos trabalhadores da empresa de caminhos de ferro SNCF.

Em causa estão as regras de trabalho dos empregados do setor e num sentido mais vasto, as polémicas alterações à lei laboral.

A greve também se faz notar nas estradas porque os camionistas continuaram a bloquear pontos chave da rede viária. No noroeste de França ocuparam duas estradas de acesso à zona industrial do porto de Le Havre, incluindo a entrada na refinaria do grupo Total, em Gonfreville l’Orcher.

Ainda em Le Havre, um condutor morreu num acidente com um peso pesado que circulava em contra-mão num eixo rodoviário.

Na região da Normandia, há várias estações de serviço sem combustível.