Última hora

Em leitura:

Volkswagen: Escândalo pesa sobre contas trimestrais

empresas

Volkswagen: Escândalo pesa sobre contas trimestrais

Publicidade

A Volkswagen teve uma forte queda dos lucros no primeiro trimestre, sob efeito do escândalo de manipulação de emissões poluentes dos motores “diesel”.

Entre janeiro e março, os lucros caíram 20%, em termos anuais, para 2,3 mil milhões de euros. As vendas recuaram 3,4% para quase 51 mil milhões de euros.

No mercado norte-americano, o recuo é 12%, mas na China as vendas subiram 6,5%, após a queda do ano passado.

Os números estão dentro das expectativas dos analistas.

A própria Volkswagen estima que “o grupo teve uma prestação sólida no primeiro trimestre”, tendo em conta “todos os desafios que tem enfrentado”.

O grupo confirma a previsão anual de um recuo de 5% do volume de negócios.

O escândalo, o maior em 79 anos de história do grupo, despoletou em setembro de 2015.

O grupo alemão, número um na Europa, registou no ano passado os primeiros prejuízos em 20 anos e colocou de parte 16 mil milhões de euros para fazer face aos custos do escândalo. Mas os analistas dizem que não chega.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte