Última hora

Em leitura:

Suíça vota Rendimento Básico Universal

mundo

Suíça vota Rendimento Básico Universal

Publicidade

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Os suíços votam, este domingo (5 junho), o Rendimento Básico Universal.

Os promotores da iniciativa acreditam que todos devem viver com dignidade, para isso o Estado deveria fornecer um rendimento fixo.

Cada adulto deveria ter disponível, mensalmente, 2500 francos suíços, o equivalente a 2261 euros, as crianças e adolescentes 625 francos suíços, o que corresponde a 565 euros.

“Penso que o rendimento básico pode ajudar a redesenhar a economia e o mercado de trabalho de uma forma a permitir a mais pessoas fazerem o que querem para que se sintam realizadas com o seu trabalho”, acredita o porta-voz da iniciativa, Che Wagner.

Os que se opõem à iniciativa, acreditam que o Rendimento Básico Universal vai beneficiar os que não querem trabalhar, nem contribuir para a sociedade.

Para Nathalie Fontanet, da comissão contra a iniciativa, “são montantes muito importantes que ao invés de incentivar as pessoas ativas para trabalharem e serem independentes, vai encorajar algumas pessoas a não fazer nada. Penso que isso é contra os nossos valores e, respetivamente, contra a coesão social”, assegura.

A ideia de um Rendimento Básico Universal tem sido discutida, internacionalmente. Há projetos-piloto que foram colocados em marcha na Finlândia e na Holanda.

No entanto, segundo as últimas sondagens, a iniciativa será massivamente rejeitada pelos eleitores suíços.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte