Última hora

Em leitura:

Amigos de infância recordam Muhammad Ali

mundo

Amigos de infância recordam Muhammad Ali

Publicidade

Desportista intocável, humanista de voz activa e amigo de infância inesquecível. Muhammad Ali deixa as melhores recordações a quem se cruzou com ele e não teve de lhe sentir a força dos punhos.

Sonny Fishback conheceu-o em criança, na cidade natal de Louisville: “Esta cidade, Louisville, ama-o, ouçam-me. E o mundo ama-o, sabem? Não se ouve dizer mal, quem diria mal de Ali? Não há nada para dizer de mal, ele gostava de toda a gente, mesmo que fosse um estranho ele faria qualquer coisa por si e sabe uma coisa? Nunca o vi zangado, honestamente. Ele era uma pessoa fabulosa.”

Billy Moore, filho do pugilista e proprietário de ginásio Archie Moore, com quem Ali treinou, afirma do desportista, lembrando a primeira vez que o viu quando ainda era criança: “Soube desde o dia em que Muhammad Ali pisou a entrada do ginásio, soube que ele era diferente. Não apenas como pugilista mas era diferente enquanto ser humano, este tipo era provavelmente um dos mais…quero dizer, um dos mais fantásticos humanistas que eu quereria conhecer.
Uma vez estávamos no Oregon e ele sentou-se no banco de trás da limusina e assinou autógrafos durante mais de quatro horas.”

O triplo campeão mundial de peso pesado morreu a 3 de Junho. A memória do que deixa permanece registada na história.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte