Última hora

Em leitura:

Macedónia: Protesto "colorido" exige demissão do presidente em Skopje

mundo

Macedónia: Protesto "colorido" exige demissão do presidente em Skopje

Publicidade

Dezenas de milhares de pessoas voltaram a manifestar-se na capital da Macedónia, num dos maiores protestos de sempre para exigir a demissão do presidente Giorgi Ivanov.

Um protesto pacífico, marcado por palavras de ordem contra o governo e o lançamento de tinta contra os edifícios do ministério da Justiça e do parlamento.

A marcha decorreu dois dias após expirar o ultimato da oposição, no sábado, para a formação de um tribunal especial para investigar as escutas ilegais, alegadamente organizadas pelo atual executivo.

Uma manifestante afirma: “Estamos a protestar há 70 dias e há quem fale de uma ‘revolução colorida’. Todos exigimos o mesmo, mas o governo não reage e começamos a perder a paciência, não queremos continuar à espera. Não vamos desistir das nossas exigências”.

Os protestos decorrem desde o dia 12 de Abril, depois do presidente ter aprovado uma amnistia a 56 políticos investigados no escândalo das escutas ilegais. Um indulto entretanto anulado sob pressão da UE e dos EUA.

Os ativistas manifestaram-se igualmente frente ao gabinete do procurador especial, em Skopje, para apoiar o magistrado responsável por investigar as acusações contra vários responsáveis políticos do país.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte