Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Macedónia: Protesto "colorido" exige demissão do presidente em Skopje

Macedónia: Protesto "colorido" exige demissão do presidente em Skopje
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Dezenas de milhares de pessoas voltaram a manifestar-se na capital da Macedónia, num dos maiores protestos de sempre para exigir a demissão do presidente Giorgi Ivanov.

Um protesto pacífico, marcado por palavras de ordem contra o governo e o lançamento de tinta contra os edifícios do ministério da Justiça e do parlamento.

A marcha decorreu dois dias após expirar o ultimato da oposição, no sábado, para a formação de um tribunal especial para investigar as escutas ilegais, alegadamente organizadas pelo atual executivo.

Uma manifestante afirma: “Estamos a protestar há 70 dias e há quem fale de uma ‘revolução colorida’. Todos exigimos o mesmo, mas o governo não reage e começamos a perder a paciência, não queremos continuar à espera. Não vamos desistir das nossas exigências”.

Os protestos decorrem desde o dia 12 de Abril, depois do presidente ter aprovado uma amnistia a 56 políticos investigados no escândalo das escutas ilegais. Um indulto entretanto anulado sob pressão da UE e dos EUA.

Os ativistas manifestaram-se igualmente frente ao gabinete do procurador especial, em Skopje, para apoiar o magistrado responsável por investigar as acusações contra vários responsáveis políticos do país.