Última hora

Em leitura:

"Brexit": Libra atinge mínimos de 31 anos face ao dólar

economia

"Brexit": Libra atinge mínimos de 31 anos face ao dólar

Publicidade

ALL VIEWS

Clique para descobrir

A incerteza do “Brexit” mantém as bolsas em terreno negativo e arrasta a libra para mínimos de 31 anos face ao dólar. Esta segunda-feira a divisa britânica afundou mais 3,4%.

De nada valeram as declarações do ministro britânico das Finanças, que tentou tranquilizar os mercados, garantindo que o país está preparado para fazer face aos desafios que implica a saída da UE.

George Osborne defendeu: “Os mercados talvez não esperassem este resultado do referendo, mas o Ministério das Finanças, o Banco de Inglaterra e a Autoridade de Conduta Financeira passaram os últimos meses a implementar planos de contingência para fazer face aos efeitos imediatos do resultado. Nas últimas semanas, nós e a autoridade de regulação financeira trabalhamos com cada uma das grandes instituições financeiras para ter a certeza de que estavam prontas a lidar com as consequências do voto a favor da saída”.

Os mercados temem negociações longas e difíceis entre Londres e Bruxelas.

A praça londrina recuou 2,5% e a bolsa de Lisboa perdeu 2,34%.

Já Frankfurt cedeu 3% e Milão quase 4%, devido aos rumores de que Roma se prepara para ajudar os bancos italianos face à turbulência dos mercados.

Os títulos bancários, de companhias aéreas e do setor imobiliário foram os mais penalizados da sessão a nível europeu.

O euro recuou face ao dólar. Vale 1,10 dólares. Mas a divisa europeia atingiu máximos de dois anos face à libra.

O petróleo regista fortes quedas, com os investidores a apostarem em valores seguros como o ouro.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte