Última hora

Em leitura:

União Europeia e NATO reforçaram colaboração operacional

A redação de Bruxelas

União Europeia e NATO reforçaram colaboração operacional

Publicidade

A União Europeia (UE) e a NATO assinaram um acordo, esta sexta-feira, para reforçar a colaboração operacional, nomeadamente na cibersegurança e operações marítimas.

O acordo foi oficializada no primeiro de dois dias da cimeira bianual da Aliança do Atlântico Norte, a decorrer em Varsóvia.

Ao enviado da euronews, o analista do Centro para Análise de Política Europeia, Marcin Zaborowski, explicou que “existiam até agora querelas entre o Chipre e Turquia que paralisaram a cooperação entre as duas organizações, que têm praticamente os mesmos Estados-membros. Isso levou a uma duplicação desnecessária no uso de alguns recursos”.

Uma futura operação conjunta no mar Mediterrâneo poderá ser um dos primeiros frutos do acordo, face aos atuais desafios colocados pelo fluxo de refugiados e migrantes.

A agenda desta sexta-feira é também marcada pelo encontro entre os líderes europeus e o Presidente norte-americano, Barack Obama.

Em cima da mesa estarão assuntos como o contraterrorismo, o crescimento económico, a crise dos refugiados e a saída do Reino Unido da UE.

No sábado, a atenção dos líderes começará por estar no Afeganistão e terminará na reunião NATO/Ucrânia.

Para a 26.ª cimeira da NATO (decorrem desde 1949), o primeiro-ministro português, António Costa, fez-se acompanhar dos ministros da Defesa e dos Negócios Estrangeiros, José Azeredo Lopes e Augusto Santos Silva, respetivamente.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte