Última hora

Em leitura:

Bruxelas envia aviso à Google por abuso de posição dominante

A redação de Bruxelas

Bruxelas envia aviso à Google por abuso de posição dominante

Publicidade

ALL VIEWS

Clique para descobrir

A Google continua na mira da Comissão Europeia que enviou, esta quinta-feira, duas comunicações de objeções à empresa tecnológica norte-americana.

Em causa estão violações às regras sobre comparação de preços e de publicidade no motor de pesquisa na Internet.

A comissária europeia para a Concorrência, Margrethe Vestager, argumentou que “uma posição dominante não é, em si, um problema à luz da legislação da União Europeia. A empresa poder ser grande mas é ilegal abusar da sua forte posição num mercado, ao restringir a concorrência nesse mercado ou noutros mercados vizinhos”.

A Comissão considera que a Google tem uma posição dominante, com quotas de mercado superiores a 90% na prestação de serviços gerais de pesquisa na Internet e de 80% na colocação de publicidade associada à pesquisa em sítios Web de terceiros em todo o Espaço Económico Europeu.

A Google já reagiu, afirmando que as suas inovações e desenvolvimento dos produtos “aumentaram o poder da escolha dos consumidores” na Europa, mas enviará uma resposta fundamentada ao executivo comunitário.

A Comissão Europeia decidirá, a seguir, qual a ação a tomar para cumprir o seu “dever de atuar para proteger os consumidores europeus e a concorrência leal nos mercados europeus”.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte