Última hora

Em leitura:

Verizon compra Yahoo por 4,4 mil milhões de euros

empresas

Verizon compra Yahoo por 4,4 mil milhões de euros

Publicidade

ALL VIEWS

Clique para descobrir

É o início do fim do Yahoo. As atividades principais do Yahoo – o motor de busca, a maioria das patentes, às páginas de conteúdos e de correio eletrónico – foram vendidas à Verizon pelo equivalente a 4,4 mil milhões de euros.

O gigante norte-americano de telecomunicações não esconde o seu objetivo: acelerar as receitas da publicidade digital.

O analista James Ratcliffe adianta: “Verizon tem 140 milhões de clientes nos Estados Unidos e estes serão visados de forma eficaz pela publicidade quando navegam na internet com os aparelhos Verizon. A empresa será capaz de usar o que sabe sobre os clientes”.

Yahoo foi uma das empresas pioneiras da internet, mas Marisa Mayer, aos comandos há quatro anos, não conseguiu resolver uma longa crise.

O seu valor bolsista chegou a superar os 125 mil milhões de dólares (114 mil milhões de euros), mas, atualmente, ascende 37,4 mil milhões de dólares. No ano passado, Yahoo apresentou prejuízos de 4,3 mil milhões de dólares.

Criada em 1994, num dormitório da Universidade de Standford, Yahoo recusou comprar a Google ou Facebook e recusou a oferta da Microsoft. Agora acaba desmantelada.

O negócio com a Verizon, que terá de ser autorizado pelas autoridades, deverá estar concluído no início de 2017. Yahoo será então integrado na AOL, outra empresa de internet adquirida pela Verizon no ano passado.

Do grupo Yahoo restará pouco e passará a ser uma empresa de investimento. Guarda a participação de 15% no gigante chinês de comércio eletrónico Alibaba e 35% do capital da Yahoo Japão.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte