Última hora

Em leitura:

Ansbach: "O terrorismo islamita chegou à Alemanha"

mundo

Ansbach: "O terrorismo islamita chegou à Alemanha"

Publicidade

ALL VIEWS

Clique para descobrir

A pequena cidade de Ansbach, na Baviera, vai retornando ao normal depois do ataque suicida de um refugiado sírio, que feriu 15 pessoas, no domingo à noite, às portas de um festival de música.

O primeiro-ministro da Baviera, Horst Seehofer, pede aos cidadãos para que tenham coragem para enfrentar o desafio que agora se coloca.

“O terrorismo islamita chegou à Alemanha e as pessoas estão, e com razão, à espera que enfrentemos isto com coragem”, afirmou o governante.

Os ataques, dos últimos dias, na Alemanha colocaram a questão dos refugiados na ordem do dia. Apesar do receio, os alemães não desistem de acolher aqueles que precisarem de proteção.

Um residente de Ansbach afirma que “claro que se pensa muito nisso, especialmente quando se tem filhos. Poderia ter sido muito pior. Por exemplo, o Altstadtfest costuma ser completamente aberto, não está isolado. Por isso, as medidas de segurança foram uma boa ideia. Mas ainda não voltámos ao normal.”

Outro habitante considera que “pode acontecer tudo mas, mesmo assim, não podemos dizer que não queremos cá refugiados pois eles são caçados e não podem estar em segurança nos seus países. Por isso, é melhor que venham para cá.”

Apesar da calma que reina agora nas ruas, alguns habitantes de Ansbach não descartam a possibilidade de existirem mais ataques no futuro.

O atentado de domingo foi reivindicado pelo autoproclamado Estado Islâmico.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte