Última hora

Em leitura:

Rússia: Surto de antraz mata criança na Sibéria

mundo

Rússia: Surto de antraz mata criança na Sibéria

Publicidade

Uma criança morreu e cerca de 90 pessoas foram hospitalizadas, desde domingo, na Península de Yamal, na Rússia, devido a um surto de antraz.

Mais de duas mil renas morreram.

Segundo as autoridades de Moscovo, não havia registos da bactéria, na Sibéria, desde 1941.

Cerca de 90 nómadas tiveram de ser levados para o hospital. Na sua maioria são crianças. Oitos apresentaram sinais de estarem infetados por antraz. Um menino de 12 anos acabou por morrer.

O surto terá sido propiciado pelo aumento das temperaturas. Uma onda de calor atingiu a região levando os termómetros a atingir 36°C, nada usuais nesta zona do globo.

A organização ambientalista internacional Greenpeace considera que esta é mais uma das consequências das alterações climáticas.

Na origem do ressurgimento da bactéria na Sibéria pode estar o descongelamento de uma antiga carcaça de uma rena que terá morrido infetada por antraz, há 75 anos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte