Última hora

Em leitura:

Banco de Inglaterra desce taxas de juro para o mínimo de sempre de 0,25%

mundo

Banco de Inglaterra desce taxas de juro para o mínimo de sempre de 0,25%

Publicidade

Com Lusa*

O Banco de Inglaterra desceu a taxa de juro diretora de 0,5% para os históricos 0,25%.

Além de baixar a taxa de juro diretora, o banco central do Reino Unido anunciou também um aumento de 70 mil milhões de euros do programa de compra de dívida, o Quantitative Easing e uma previsão de “crescimento nitidamente mais fraco” devido à vitória do ‘Brexit’.

A redução da taxa diretora – a primeira desde março de 2009 – coincide com as expetativas de analistas que esperavam que o Banco de Inglaterra descesse estes juros dos atuais 0,50% para o mínimo de sempre de 0,25% para responder à vitória do ‘Brexit’ no referendo de 23 de junho sobre a permanência ou não do Reino Unido na União Europeia (UE).

Números recentes indicaram um contração da economia britânica e um aumento do risco de recessão.

Os mesmos analistas também anteciparam um aumento, mas sem especificar o montante, do programa de compra de dívida lançado em 2009.

Em março de 2009, o BoE baixou a taxa diretora para 0,50% e lançou o programa de compra de dívida para estimular a concessão de crédito durante a crise financeira global.

O Banco de Inglaterra reuniu-se hoje para debater a política monetária no Reino Unido.

Bolsas em alta

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI20, estava hoje em alta, com as ações da Mota-Engil a liderar os ganhos, a subir 5,60% para 1,70 euros.

As bolsas de Paris e Frankfurt estavam a subir 0,11% e 0,75%, bem como as bolsas de Madrid e Milão que estavam a avançar respetivamente 1,14% e 0,81%. Londres era a exceção já que estava em baixa ligeira, mas a recuar apenas 0,03%.

Em Nova Iorque, a bolsa de Wall Street terminou em alta na quarta-feira, com o Dow Jones a subir 0,23%, para 18.355,00 pontos, depois de ter subido até ao máximo desde que foi criado, de 18.595,03 pontos, em 20 de julho último

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte