Última hora

Em leitura:

Incêndios: Portugal, Espanha e França a arder

mundo

Incêndios: Portugal, Espanha e França a arder

Publicidade

Os incêndios na Europa não dão descanso aos bombeiros.

Em Portugal, na Madeira, o Serviço Regional de Proteção Civil informou que, no final da manhã, se mantinha um foco de incêndio ativo no concelho da Calheta. A combater o sinistro estavam 48 efetivos,

No continente, ao início da tarde, registavam-se 170 fogos ativos.

É o distrito de Aveiro que mais meios mobilizava. Mais de mil operacionais, apoiados por meios terrestres e aéreos tentam controlar os incêndios de Anadia, Arouca, Águeda e Sever do Vouga.

Por controlar estão ainda os fogos em Caminha, Marco de Canaveses e Mondim de Basto.

Na Galiza, 12 incêndios não dão descanso às populações.

“No início vimos uma coluna de lume e depois ouvimos ‘boom, boom’. Duas grandes explosões. E depois começou tudo a arder”, conta uma residente.

Segundo as autoridades espanholas, algumas habitações estão em risco. Algumas pessoas tiveram de sair de suas casas. Mais de 6000 hectares de floresta arderam desde segunda-feira.

No sul de França, as chamas continuam a lavrar nos arredores de Marselha.

Milhares de operacionais dos bombeiros continuam a combater as várias frentes do incêndio que foi dado por controlado, na quinta-feira.

Durante a noite as fortes rajadas de vento levaram a reacendimentos. Dezenas casas foram consumidas. Dezenas de pessoas fiaram feridas, enquanto centenas foram obrigadas a fugir.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte