Última hora

Em leitura:

Chefe de campanha de Trump envolvido em escândalo de corrupção na Ucrânia

mundo

Chefe de campanha de Trump envolvido em escândalo de corrupção na Ucrânia

Publicidade

Paul Manafort, chefe de campanha do candidato presidencial republicano Donald Trump, está a ser investigado pelo departamento anticorrupção da Ucrânia.

O nome de Manafort aparece escrito à mão num caderno utilizado, durante a administração de Viktor Yanukovych, para registar os pagamentos ilícitos.

A notícia é avançada pelo New York Times, na edição desta segunda-feira. A publicação apresenta uma das páginas deste livro, divulgada por Kiev, mas na qual Manafort não consta. Ainda assim, o responsável pelo gabinete anticorrupção garante que ele faz parte desta lista:

“No que diz respeito ao Sr. Manafort, o seu apelido é mencionado neste “livro de contas negro” do Partido das Regiões. Segundo esta listagem foram pagos mais de 12 milhões de dólares, em despesas, relativas a esta pessoa, desde 20 de novembro de 2007.”

Em comunicado o advogado de Manafort, que teve um escritório em Kiev, nega tudo.

Manafort foi assessor das campanhas presidenciais de Ronald Reagan e George W Bush, entre outros. É também conhecido pelo “lobbying” em nome de líderes políticos como Jonas Savimbi e ditadores como Ferdinand Marcos.

Trabalha com Trump desde o escândalo com o discurso de Melania Trump.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte