Última hora

Chefe de campanha de Trump envolvido em escândalo de corrupção na Ucrânia

Paul Manafort, chefe de campanha do candidato presidencial republicano Donald Trump, está a ser investigado pelo departamento anticorrupção da Ucrânia.

Em leitura:

Chefe de campanha de Trump envolvido em escândalo de corrupção na Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

Paul Manafort, chefe de campanha do candidato presidencial republicano Donald Trump, está a ser investigado pelo departamento anticorrupção da Ucrânia.

O nome de Manafort aparece escrito à mão num caderno utilizado, durante a administração de Viktor Yanukovych, para registar os pagamentos ilícitos.

A notícia é avançada pelo New York Times, na edição desta segunda-feira. A publicação apresenta uma das páginas deste livro, divulgada por Kiev, mas na qual Manafort não consta. Ainda assim, o responsável pelo gabinete anticorrupção garante que ele faz parte desta lista:

“No que diz respeito ao Sr. Manafort, o seu apelido é mencionado neste “livro de contas negro” do Partido das Regiões. Segundo esta listagem foram pagos mais de 12 milhões de dólares, em despesas, relativas a esta pessoa, desde 20 de novembro de 2007.”

Em comunicado o advogado de Manafort, que teve um escritório em Kiev, nega tudo.

Manafort foi assessor das campanhas presidenciais de Ronald Reagan e George W Bush, entre outros. É também conhecido pelo “lobbying” em nome de líderes políticos como Jonas Savimbi e ditadores como Ferdinand Marcos.

Trabalha com Trump desde o escândalo com o discurso de Melania Trump.