Última hora

Turquia liberta 38 mil prisioneiros

A Turquia liberta condicionalmente cerca de 38.

Em leitura:

Turquia liberta 38 mil prisioneiros

Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia liberta condicionalmente cerca de 38.000 prisioneiros, como resultado de uma reforma penal anunciada nesta quarta-feira. A medida visa abrir espaço para as 17.000 pessoas detidas desde a tentativa frustrada de golpe de Estado, em 15 de julho.

O decreto governamental permite a libertação de presos condenados por delitos menores. “Nós estamos muito felizes por voltar para a nossa família. Foi a nossa família que foi punida.”

“Só quero vê-lo em liberdade, não importa se eu viver ou morrer. Eu criei-o, ele não tem pai.”

Desde o mês passado, 35.000 pessoas foram detidas para interrogatório. Atualmente, há 17.000 em prisão preventiva – incluindo soldados, policiais, juízes e jornalistas –, enquanto outras 5.600 ainda esperam a decisão da Justiça.

O grande número de novos presos acabou por superlotar as cadeiras já saturadas do país. Via Twitter, o ministro da Justiça, Bekir Bozda, destacou que não se trata de uma “amnistia” dos criminosos, mas de um cumprimento da condenação fora da prisão.