Última hora

Em leitura:

Síria: Norte do país com várias frentes de combate

mundo

Síria: Norte do país com várias frentes de combate

Publicidade

Os combates intensificam-se no norte da Síria e o cenário pode agravar-se ainda mais se a Turquia cumprir a promessa de combater o Daesh mesmo em território sírio. Junto à fronteira a presença de militares turcos é constante para impedir a passagem dos extremistas para o país..mas podem passar a entrar em confronto direto.

Ao mesmo tempo continuam as batalhas das forças rebeldes sírias também contra o Daesh. A oeste de Hasaka, as denominadas Unidades de Proteção do População e as Forças Democráticas Sirias, ambas de maioria curda e apoiadas pelos Estados Unidos, mantém a ofensiva para evitar la presença dos extremistas na fronteira com a Turquia. Desta forma conseguem interromper o eixo Deir Az Zor-Rakka-Aleppo, que permite a circulação entre o Iraque e a Turquia.

Mas também há registo de confrontos entre os curdos e o exército do regime de Bashar Al Assad na região.
Durante as últimas horas falou-se num cessar fogo, uma vez que os curdos são apoiados pelos norte-americanos e o exército sírio pela Rússia. Os combates continuaram sem qualquer paragem.

De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, milhares de civis, foram retirados de Hasakah desde a passada sexta-feira e foram realojados em Amuda, perto da fronteira com a Turquia.

Nas últimas horas caças franceses bombardearam instalações militares do grupo extremista Estado Islâmico na cidade síria de Raqqa. De acordo com o Ministério da Defesa francês, um centro de armazenamento de armamento pesado foi destruído pelos mísseis.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte