This content is not available in your region

Samsung: O novo Galaxx Note 7 debaixo de fogo

Access to the comments Comentários
De  Antonio Oliveira E Silva  com REUTERS E AFP
Samsung: O novo Galaxx Note 7 debaixo de fogo

<p><strong>Com Reuters e <span class="caps">AFP</span></strong></p> <p>As últimas notícias para os adeptos dos telefones móveis da <a href="http://www.samsung.com/pt/home/">Samsung</a> são <strong>explosivas</strong> e não exatamente pelos melhores motivos. </p> <p>As baterias do novo <a href="http://www.samsung.com/pt/consumer/mobile-devices/smartphones/galaxy-note/galaxy-note7/">Galaxy Note 7</a> poderiam correr sérios riscos de explosão, pelo que a empresa Sul-coreana decidiu atrasar as entregas do mais recente modelo e principal concorrente do <a href="http://www.apple.com/pt/iphone/">iPhone</a>, da <a href="http://www.apple.com/pt/">Apple</a>, na Europa. </p> <p>O fornecimento do novo modelo às três principais teleoperadoras da Coreia do Sul foi, entretanto, <strong>suspenso</strong>. O Galaxy Note 7 encontra-se à venda nos Estados Unidos e na Coreia do Sul. </p> <p>A empresa poderia perder até <strong>7 mil milhões de euros</strong>.</p> <p>Os problemas com o novo modelo de telemóvel (celular) poderiam ser um <strong>duro golpe</strong> para a Samsung, que deseja manter a liderança global face à rival dos Estados Unidos.</p> <p>Até ao momento, a marca sul-coreana não fez qualquer comentário. Espera-se, entretanto, que a Apple <strong>dê a conhecer o novo iPhone 7</strong> já na próxima semana.</p> <p>Há, por outro lado <strong>várias pessoas</strong> a colocar <strong>imagens e vídeos</strong> de unidades do Galaxy Note 7 na Internet. Dizem que o aparelho <strong>explodiu e começou a arder</strong>.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Samsung Galaxy Note 7 bursting battery shipment stop may escalate to a recall – AppleInsi… <a href="https://t.co/uzDQecxH8Z">https://t.co/uzDQecxH8Z</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/GalaxyNote7?src=hash">#GalaxyNote7</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/Note7?src=hash">#Note7</a></p>— Galaxy Note 7 News (@GalaxyNote7News) <a href="https://twitter.com/GalaxyNote7News/status/771386247315005440">September 1, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>A Euronews não conseguiu, no entanto, <strong>verificar a veracidade das imagens</strong>.</p> <p>A reação dos mercados foi imediata. Depois de beneficios elevados na semana passada, as ações da Samsung caíram <strong>2%</strong> e as da Samsung <span class="caps">SDI</span> perderam mais de <strong>6%.</strong></p> <p>Os meios de comunicação sul-coreanos afirmam, sem citar qualquer fonte, que a Samsung poderia pedir aos clientes para <strong>entregarem os modelos Note 7</strong>, de forma a proceder à <strong>substituição das baterias</strong> dos aparelhos. A informação, veiculada pelas principais agências noticiosas internacionais, <strong>não foi comentada</strong> pela Samsung.</p>