Última hora

"De Wilders, Trump e outros nacionalistas instigam humilhação racial e preconceito religioso"

O Alto-comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos acusa destacadas figuras nacionalistas na Europa e dos Estados Unidos de disseminarem humilhação racial e preconceito…

Em leitura:

"De Wilders, Trump e outros nacionalistas instigam humilhação racial e preconceito religioso"

Tamanho do texto Aa Aa

O Alto-comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos acusa destacadas figuras nacionalistas na Europa e dos Estados Unidos de disseminarem humilhação racial e preconceito religioso.

Na conferência sobre segurança e justiça, em Haia, Zeid Ra’ad al Hussein alertou para a emergência das políticas populistas com potencial para se tornarem violentas.

“Não comparo as ações dos demagogos nacionalistas com as do Daesh, que são monstruosas, nojentas – e o Daesh tem que enfrentar a justiça, – mas no modo de comunicação, o uso de meias verdades e e excessivas simplificações, a propaganda do Daesh usa táticas semelhantes às dos populistas”, disse.

Zeid referiu-se ao holandês Geert de Wilders e a outras personalidades como o candidato presidencial norte-americano, Donald Trump.

“As comunidades vão entrincheirar-se em campos hostis e assustadores com populistas como eles e extremistas como comandantes. A atmosfera vai tornar-se pesada com ódio. Nessa altura pode degenerar rapidamente em violência colossal: Temos que sair rapidamente desta trajetória”, alertou.

Entre os outros nomes citados por Zeid, estão Nigel Farage, Marine Le Pen, Viktor Orban, Milos Zeman ou Norbert Hofer.