Última hora

Polícias belgas levam migrantes para França

Paris não gostou e pediu explicações ao governo belga.

Em leitura:

Polícias belgas levam migrantes para França

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro francês do interior, Bernard Cazeneuve, pediu explicações ao governo da Bélgica, depois do ato de dois polícias do país vizinho, que conduziram um grupo de migrantes ilegais para o lado francês da fronteira. Estas 13 pessoas queriam atingir Calais, para se juntarem aos muitos que esperam o momento de atravessar o canal da Mancha.

allviews Created with Sketch. Point of view

"Os dois polícias levaram os migrantes na carrinha porque não os queriam na estrada."

Georges Aeck Comissário de polícia em Ypres (Bélgica)

Georges Aeck, o comissário de polícia responsável pela ordem polémica, diz que se tratou da segurança do grupo: “Os dois polícias levaram os migrantes na carrinha porque não os queriam na estrada. Não os queriam a caminhar em direção à fronteira”.

O alerta foi dado por um condutor que descobriu 13 pessoas na caixa do camião que conduzia. A polícia belga levou-os depois para França. Os agentes belgas foram então detidos pelos colegas franceses: “Os polícias franceses tinham muitas questões sobre as razões pelas quais estas pessoas foram deixadas ali. Compreendo que tenham sido levados para a esquadra, onde é mais fácil resolver as coisas. Claro que algumas pessoas podem entender isso de forma diferente”, diz Luc Deryckere, chefe da esquadra em Ypres onde trabalham os agentes. Ao fim de algumas horas de interrogatório, os polícias belgas puderam seguir caminho. Já os migrantes tiveram sortes diferentes: Os menores foram colocados em centros de acolhimento. Dos adultos, alguns foram expulsos do território francês e outros deixados em liberdade.