Última hora

Em leitura:

Geórgia: Partido no poder ganha eleições legislativas


Geórgia

Geórgia: Partido no poder ganha eleições legislativas

O partido Sonho Georgiano, da Geórgia venceu as eleições legislativas continua a liderar os destinos do país.
Giorgi Kvirikashvili vai manter-se como primeiro-ministro. A votação foi marcada por uma elevada abstenção, mais de 50% dos inscritos não foi às urnas, Quando estão contados 54% dos círculos eleitorais, o partido Sonho Georgiano tinha 50,4% dos votos, seguido pelo Movimento Nacional Unificado (MNU) com 26,67%. Os resultados definitivos destas eleições poderão ser só conhecidos em novembro, dada a complexidade do sistema eleitoral da Geórgia.

O líder do partido vencedor não tardou a fazer uma declaração de vitória. “Quero congratular-me por esta grande vitória do nosso país, da nossa terra. Esta é uma vitória de cada um de nós, uma vitória após uma longa batalha”, garantiu Giorgi Kvirikashvili.

O grande derrotado destas eleições é o Movimento Nacional Unido, partido da oposição e do ex-presidente Saakashvili, exilado na Ucrânia. Recorde-se que Saakashvili reapareceu nos últimos dias de campanha e prometeu regressar ao país caso a oposição vencesse as legislativas. O Governo acusou de imediato o ex-presidente e outros cinco deputados de conspirarem para denunciar uma fraude eleitoral e provocar protestos em caso de derrota eleitoral.

A eurodeputada portuguesa Ana Gomes liderou o grupo de observadores da União Europeia para estas eleições na Geórgia e, em declarações à Radio Renascença, garantiu que o dia de votação foi relativamente tranquilo. No entanto registaram-se alguns incidentes em algumas mesas de voto nos arredores da capital Tbilisi. A polícia foi obrigada a intervir.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Bombardeamento no Iémen: Estados Unidos reavaliam apoio à coligação árabe