Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Geórgia: Partido no poder ganha eleições legislativas

Geórgia: Partido no poder ganha eleições legislativas
Tamanho do texto Aa Aa

O partido Sonho Georgiano, da Geórgia venceu as eleições legislativas continua a liderar os destinos do país.
Giorgi Kvirikashvili vai manter-se como primeiro-ministro. A votação foi marcada por uma elevada abstenção, mais de 50% dos inscritos não foi às urnas, Quando estão contados 54% dos círculos eleitorais, o partido Sonho Georgiano tinha 50,4% dos votos, seguido pelo Movimento Nacional Unificado (MNU) com 26,67%. Os resultados definitivos destas eleições poderão ser só conhecidos em novembro, dada a complexidade do sistema eleitoral da Geórgia.

O líder do partido vencedor não tardou a fazer uma declaração de vitória. “Quero congratular-me por esta grande vitória do nosso país, da nossa terra. Esta é uma vitória de cada um de nós, uma vitória após uma longa batalha”, garantiu Giorgi Kvirikashvili.

O grande derrotado destas eleições é o Movimento Nacional Unido, partido da oposição e do ex-presidente Saakashvili, exilado na Ucrânia. Recorde-se que Saakashvili reapareceu nos últimos dias de campanha e prometeu regressar ao país caso a oposição vencesse as legislativas. O Governo acusou de imediato o ex-presidente e outros cinco deputados de conspirarem para denunciar uma fraude eleitoral e provocar protestos em caso de derrota eleitoral.

A eurodeputada portuguesa Ana Gomes liderou o grupo de observadores da União Europeia para estas eleições na Geórgia e, em declarações à Radio Renascença, garantiu que o dia de votação foi relativamente tranquilo. No entanto registaram-se alguns incidentes em algumas mesas de voto nos arredores da capital Tbilisi. A polícia foi obrigada a intervir.