Última hora

Entrou em vigor a pausa nos combates em Alepo promovida pelo exército de Bashar al-Assad e pelas forças russas. Moscovo informou a ONU que durante quatro dias não haverá bombardeamentos por um período de 11 horas. Uma medida que visa permitir aos civis e aos rebeldes deixarem a zona leste da cidade.

Apesar da abertura de dois corredores de saída no bairro de Bustan al Qasr e na estrada de Castello, os insurgentes rejeitam a medida unilateral e há mesmo registo de tiroteios. As forças governamentais afirmam que os inimigos estão a reter os civis para os utilizarem como escudos humanos.

A ONU considera a pausa nos combates positiva mas recorda que também é preciso levar levar bens essenciais como comida e medicamentos à zona sitiada. De momento não há acordo para levar ajuda humanitária à zona leste de Alepo.