Última hora

Em leitura:

Mossul: Campos de refugiados acolhem deslocados de guerra


Iraque

Mossul: Campos de refugiados acolhem deslocados de guerra

Hot Topic Saiba mais sobre Mossul

As famílias que escapam aos combates em Mossul começam a chegar aos campos de refugiados erguidos para oferecer abrigo de urgência.

A ONU estima que o número de deslocados pode chegar ao milhão.

O campo de Zelekan, a nordeste de Mossul, recebeu 42 famílias em 4 dias.

Os relatos de horror também acompanham os refugiados.

“Acabou por haver tiroteio entre eles e pensámos que tínhamos mesmo que correr para o exército, mesmo com o risco de podermos morrer. E finalmente conseguimos alcançar os Peshmerga, por pouco não éramos atingidos por uma explosão mesmo ao nosso lado”, explica Mohammed Ismail Khalil.

Agora, a família Khalil está em segurança, com o mínimo de conforto mas ainda com bastantes privações.

“Estamos bem aqui, deram-nos cobertores e camas mas precisamos mesmo é de água. Precisamos de ter água para nos lavarmos e mais comida. Não há pão, precisamos que nos tragam pão”, diz a mulher

O campo de Zelekan em Bardarash é novo e tem capacidade para seis mil pessoas, junta-se ao de Dibaga que já acolhe 26 mil pessoas.

Mas as instalações são insuficientes para o que poderá acontecer nos próximos tempos com a libertação de Mossul do autoproclamado Estado Islâmico.

Novos campos de refugiados estão a ser projetados.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Turquia: Violenta explosão em Antália