This content is not available in your region

Batalha de Mossul: Mais uma vila reconquistada ao Estado Islâmico

Access to the comments Comentários
De  Dulce Dias
Batalha de Mossul: Mais uma vila reconquistada ao Estado Islâmico

<p>Foi reconquistada mais uma vila reconquistada ao Estado Islâmico, na batalha de Mossul, no Iraque.</p> <p>Unidades do exército e da polícia federal iraquianos conquistaram, este domingo, Haman al Alil, vila estratégica, próxima do aeroporto de Mossul, 15 quilómetros ao sul do bastião dos jihadistas, no Iraque.</p> <p>O ataque à localidade começou no sábado, com um avanço em três frentes. </p> <p>Após dois dias de combates, as tropas da polícia e do exército expulsaram os ‘jihadistas’ da povoação. Segundo as forças governamentais, 150 radicais do Estado Islâmico foram mortos.</p> <p>A bandeira do Iraque voltou a ser hasteada nos edifícios da administração local.</p> <p>No interior da vila, as tropas do governo procedem agora à desativação de explosivos e à transferência civil para zonas mais seguras.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-partner="tweetdeck"><p lang="en" dir="ltr"><a href="https://twitter.com/hashtag/Iraqi?src=hash">#Iraqi</a> Army 9th Armored Div. and <a href="https://twitter.com/hashtag/Iraqi?src=hash">#Iraqi</a> Special Forces this morning before liberating largest town south of <a href="https://twitter.com/hashtag/Mosul?src=hash">#Mosul</a> Hammam al-Alil from <a href="https://twitter.com/hashtag/ISIS?src=hash">#ISIS</a> <a href="https://t.co/3rYrW7s0E2">pic.twitter.com/3rYrW7s0E2</a></p>— Iraqi <span class="caps">PMU</span> English (@pmu_english) <a href="https://twitter.com/pmu_english/status/787987112058458112">October 17, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>O ataque a Mossul foi lançado há três semanas e já provocou mais de 34 mil deslocados. A <span class="caps">ONU</span> estima que entre 200 mil e um milhão de iraquianos poderão ser obrigados a abandonar as suas casas.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-partner="tweetdeck"><p lang="en" dir="ltr">A shepherd boy displaced by fighting between Iraqi forces and <a href="https://twitter.com/hashtag/Daesh?src=hash">#Daesh</a> militants carries a lamb in Gogjali, outside of <a href="https://twitter.com/hashtag/Mosul?src=hash">#Mosul</a>, on Sunday. (AP <a href="https://t.co/8UmVbUqmP0">pic.twitter.com/8UmVbUqmP0</a></p>— Arab News (@Arab_News) <a href="https://twitter.com/Arab_News/status/795368964415229952">November 6, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>As forças governamentais temem que os ‘jihadistas’ abandonem Mossul disfarçados de civis, pelo que, em conjunto com os ‘peshmergas’, estabeleceram mais postos de controlo nas diversas estradas de acesso.</p>