Última hora

Em leitura:

Acordo Nuclear: Javad Zarif diz que Irão tem "outras opções"


mundo

Acordo Nuclear: Javad Zarif diz que Irão tem "outras opções"

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão acusa os Estados Unidos de não implementarem, “totalmente, a sua parte do acordo nuclear” e alerta que existem “outras opções” se isso não acontecer.

As declarações de Mohammad Javad Zarif foram feitas num encontro com o seu homólogo checo, Lubomir Zaorálek, em Praga: “O Irão tem cumprido a sua parte do acordo. Infelizmente, os Estados Unidos, na atual administração, não implementou o acordo na totalidade. Acreditamos que o acordo nuclear, celebrado entre o Irão e as potências mundiais, é razoável. Escolhemo-lo, mas isso não significa que não haja outras opções”.

O acordo, concluído em julho de 2015, permitiu o levantamento das sanções internacionais a Teerão.

Durante a campanha para as presidenciais, Donald Trump descreveu-o como “desastroso” e disse que a sua primeira prioridade de política externa seria seria anulá-lo.

“O que está a acontecer é incrível. Ouviram falar do acordo nuclear? Não sei se têm visto o que se está a passar no Irão. Eles já violaram o acordo. Violaram um dos piores acordos que eu já vi ser negociado, a todos os níveis. Não digo que o violaram a nível interno, mas a todos os níveis. Violaram o acordo. Devíamos aplicar-lhes sanções. E conseguem imaginar que, em vez disso, têm vergonha porque o Irão violou o acordo cedo demais. É tudo muito triste”, declarou.

Já o presidente do Irão, Hassan Rohani, afirmou, esta quinta-feira, que Trump, enquanto presidente não poderá anular o acordo de 2015, porque “aprovado” pelas Nações Unidas e , por isso, “não pode ser mudado por um Governo”.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Turquia: detido presidente do jornal de oposição Cumhuriyet