Última hora

Em leitura:

Iémen: Combates intensificam-se antes do cessar-fogo


Iémen

Iémen: Combates intensificam-se antes do cessar-fogo

Começou hoje o cessar-fogo entre os rebeldes e as forças leais ao presidente Abd-Rabbu Mansour Hadi, no Iémen, anunciado, na terça-feira, pelo secretário de Estado norte-americano John Kerry.

Um dia antes das tréguas, registou-se um escalar dos confrontos entre as duas fações, em especial na cidade de Taiz.

Segundo fontes militares, citadas pela agência France Press, pelo menos 51 combatentes, de ambos os lados, morreram nos dois últimos dias.

As tréguas, anunciadas na terça-feira, tiveram o apoio da coligação liderada pela Arábia Saudita, pelos rebeldes hutis e pelo seu principal aliado, o partido do antigo presidente Ali Abdalah Saleh.

O acordo de paz foi, no entanto, rejeitado pelo governo de Mansour Hadi. O presidente, exilado em Riade, considera ter sido ignorado, durante das conversações.

O conflito, no Iémen, dura há menos de dois anos e, segundo as Nações Unidas, já matou mais de 7 mil pessoas e feriu perto de 37 mil.

Com: Reuters; AFP

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

EUA

Clinton diz que os EUA continuam a "valer a pena"