Última hora

Última hora

Croácia relembra tragédia de Vukovar 25 anos depois

Dezenas de milhares de croatas relembraram, esta sexta-feira, a queda de Vukovar e a tomada da cidade, há 25 anos, pelos sérvios.

Em leitura:

Croácia relembra tragédia de Vukovar 25 anos depois

Tamanho do texto Aa Aa

Dezenas de milhares de croatas relembraram, esta sexta-feira, a queda de Vukovar e a tomada da cidade, há 25 anos, pelos sérvios.

Em três meses de cerco, a pequena cidade do Danúbio, ficou, praticamente, destruída pelos bombardeamentos do Exército Jugoslavo e paramilitar sérvio. Um ataque lançado dois meses após a proclamação de independência da Croácia, em junho de 1991.“É comovente ver tantas pessoas virem prestar homenagem às vítimas de Vukovar. Como um defensor croata, que participou da guerra, não consigo agradecer o suficiente a estas pessoas que vieram, em tão grande número, prestar homenagem a Vukovar e a todos os defensores croatas”, desabafa Damir Varazdinac, um dos veteranos com deficiência.

“Desde 1991 que procuro a minha filha. Há já 25 anos. O que eu sentia em 1991 é o mesmo que sinto em 2016”, adianta Milka Pancic. Há muitos corpos, de pessoas desaparecidas, que nunca foram recuperados.

Um cortejo, composto por veteranos de guerra e famílias das vítimas deste momento trágico da história da Croácia, partiu do hospital local em direção ao cemitério.

Os sérvios da Croácia não participaram nas comemorações. Não concordam com a nomeação do ex-general croata, Ante Gotovina, julgado por crimes de guerra contra esta parte da população, para assessor do Ministério da Defesa.