Última hora

Em leitura:

Áustria em busca do "efeito Trump"


Áustria

Áustria em busca do "efeito Trump"

ALL VIEWS

Clique para descobrir

A Áustria, que este domingo vota novamente para escolher o futuro presidente, está de olhos postos na América de Donald Trump.

Os austríacos estão divididos entre o partido anti-imigração de Norbert Hofer, o FPÖ – Partido para a Liberdade da Áustria, e a visão liberal e ecologista de Alexander Van der Bellen.

Os apoiantes de um e do outro candidato esgrimem argumentos.

“Apoio Bellen pela simples razão de que receio pelo meu futuro. Vi as eleições americanas e penso muitas vezes no que aconteceria se Norbert Hofer fosse presidente da Áustria”, explica uma jovem membro da campanha do liveral ecologista.

Um senhor contrapõe: “O Hofer vai certamente lucrar com o efeito Trump. Van der Bellen não é bem-vindo na América, não é bem-vindo na Rússia. Pensa que é o homem certo para representar a Áustria no estrangeiro enquanto presidente, mas não é”.

Mas o discurso protecionista de Norbert Hofer, semelhante ao de Donald Trump, pode acabar por ter um efeito contrário nos eleitores, explica o analista político Thomas Hofer:

“Penso que pode vir a ter uma certa influência, mas não da forma como as pessoas esperam – ou seja, que vai favorecer um único candidato que é Norbert Hofer. O campo de Bellen pode usar isso a seu favor, porque alimenta medos, o que aumenta as emoções e a mobilização numa direção de defesa face a Hofer. É como dizer que é preciso evitar que situações como a americana ou o Brexit, no Reino Unido, aconteçam na Áustria.”

Os dois candidatos estão empatados, nas sondagens. Num primeiro escrutínio, em maio, invalidado por vícios de procedimentos, o ecologista Van der Bellen tinha alcançado 31.000 votos mais do que o adversário de extrema-direita.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Síria

ONU: 16 mil civis obrigados a deixar zona oriental de Alepo