Última hora

Em leitura:

Marionetas checas e eslovacas candidatas a património da UNESCO


Cult

Marionetas checas e eslovacas candidatas a património da UNESCO

Em parceria com

O teatro de marionetas tem uma longa tradição na República Checa – Uma história que data, pelo menos, do início da Idade Média.

A tradição moderna começou por volta do Século XVIII e ainda hoje se pratica um pouco por todo o país. Além das muitas companhias profissionais, há cerca de 3000 companhias amadoras. o coração da arte das marionetas checas está em Chrudim, na Boémia Oriental, onde há um museu dedicado ao tema: “No início do Século XX, uma exposição de marionetas cativou a atenção de um conjunto de jovens pintores. Viram nelas não só figuras com aspeto humano, como esculturas em movimento. Aí, decidiram começar a fabricá-las e esse foi um momento muito enriquecedor para a arte das marionetas”, conta Simona Chalupova, diretora do museu.

Fabricar uma marioneta é um processo longo, que precisa de tempo, paciência e talento. Tradicionalmente, são feitas à mão, a partir de madeira. É assim que Jiri Bares, em Hradec Kralove, as faz: “A marioneta é um excelente meio de mostrar às crianças o mundo dos adultos. As crianças percebem de uma forma diferente de um teatro tradicional, representado por adultos para crianças. É divertido para as crianças que veem e para os adultos que representam. Por isso há tanta gente envolvida no teatro de marionetas neste país, tanto a nível amador como profissional”, diz o artesão.

Esta é uma arte que pode, em breve, ser oficialmente considerada Património da Humanidade. O comité da Unesco para o Património Cultural Imaterial começou agora uma reunião de vários dias, na Etiópia, onde vai analisar a candidatura do teatro de marionetas da República Checa e da Eslováquia. Saiba mais aqui sobre esta arte quase milenária.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Os nossos destaques

Artigo seguinte

Cult

Dinamarca: Quebra-Nozes com cenários e guarda-roupa da rainha