Última hora

Em leitura:

Mnuchin: Ex-Goldman Sachs é o "tesouro" de Donald Trump


EUA

Mnuchin: Ex-Goldman Sachs é o "tesouro" de Donald Trump

Donald Trump escolheu um antigo banqueiro de Wall Street e produtor de filmes em Hollywood como novo responsável das finanças do país.

A equipa de transição convidou Steven Mnuchin, antigo executivo do banco Goldman Sachs e responsável financeiro da campanha de Trump para a pasta de secretário do Tesouro.

O investidor Wilbur Ross, outra figura de Wall Street, vai ocupar a pasta do Comércio.

As escolhas, confirmadas pelos dois homens ao final da manhã, contrastam com o discurso de campanha de Donald Trump contra a “alta finança” e a “classe política de Washington”.

Para a pasta dos Transportes, encarregue da reconstrução das infraestruturas do pais, o presidente-eleito escolheu a antiga secretária do Trabalho da administração Bush, Elaine Chao.

Para tentar recuperar a confiança do aparelho do partido republicano, Trump poderá ainda nomear Mitt Romney para a importante pasta da diplomacia.

O antigo candidato presidencial em 2012 e rival de Trump nas primárias jantou ontem com o milionário, em Manhattan, com a reconciliação à sobremesa. Romney afirmou estar confiante nas capacidades do novo presidente em conduzir a América a, “um futuro melhor”.

Uma opinião que não parece ser partilhada pelo diretor cessante da CIA. John Brennan considerou uma “loucura” pôr fim ao acordo nuclear com o Irão ou uma reaproximação incondicional face à Rússia, como defendeu Trump durante a campanha.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Polónia: Terramoto provoca oito mortos numa mina de carvão