Última hora

Em leitura:

Estaria Trump ao corrente da pirataria Russa?


EUA

Estaria Trump ao corrente da pirataria Russa?

A Casa Branca acusou Vladimir Putin no caso da pirataria informática que perturbou a campanha eleitoral para a presidência dos Estados Unidos e anunciou represálias. Um caso que faz crescer a tensão a poucas semanas da tomada de posse de Donald Trump.

O porta voz de Obama, por seu turno, também acusou Donald Trump de ter beneficiado bastante com estes ataques. Josh Earnest afirmou perante a imprensa: “ O presidente eleito nem se questionou sobre a espionagem. Pediu à Rússia que espiasse o seu opositor. Pediu à Rússia que espiasse a secretária Clinton. Por isso, tinha certamente uma ideia clara de onde é que a espionagem ia incidir”.

Ontem, diante dos seus apoiantes,Trump gozou com as palavras do porta-voz da Casa Branca e voltou a insinuar que as intenções de Obama não eram sem interesse e depois postou sur twitter: “Se a Rússia, ou qualquer outra entidade, estava a piratar, porque é que a Casa Branca demorou tanto tempo a agir? Porque é que se queixaram só depois de Hillary perder?:

https://twitter.com/realDonaldTrump/status/809403760099422208

A verdade é que, um mês antes da eleição, a administração Obama tinha formalmente acusado a Rússia de ter conduzido as operações de pirataria informática contra o Partido Democrata e a equipa de Hillary Clinton, para perturbar o processo eleitoral. Os emails piratados foram cedidos ao
Wikileaks.

A 9 de dezembro, o Washington Post publicou que a CIA tinha concluído que a Rússia tinha tentado ajudar diretamente na eleição de Trump e não apenas na descredibilização do sistema eleitoral americano e que tinham sido identificadas as conexões entre os piratas informáticos e o Kremlin.

A candidata democrata também tinha acusado diretamente o presidente russo em plena campanha eleitoral.
“Quando Putin foi questionado sobre isso, quase ficou sem fôlego, muitos de vocês viram, e depois prosseguiu dizendo que era bom que o DNC tivesse sido piratado e há consenso nos serviços secretos de que a piratagem veio dos serviços secretos russos”, afirmou.

Umas semanas mais tarde, Vladimir Putin viria a negar qualquer interesse da Rússia na piratagem de que falam os americanos.
“Isto não tem nada a ver com a Rússia. É apenas uma histeria, uma manobra de diversão para desviar a atenção dos americanos do conteúdo das informações que o hackers divulgaram”, respondeu.

Donald Trump prometeu cooperação com a Rússia e com Vladimir Putin. A ser verdade o que diz a CIA, Trump terá começado a cumprir o programa da presidência antes mesmo da eleição.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

EUA

EUA: Trump anuncia nomeação polémica para embaixada em Israel