Última hora

Em leitura:

Síria: ONU apela a retoma da evacuação de Alepo


Síria

Síria: ONU apela a retoma da evacuação de Alepo

A ONU apelou à rápida retoma das operações de evacuação da população civil de Alepo, enquanto rebeldes e regime sírio trocam acusações.

O exército sírio responsabiliza os insurgentes pela suspensão do processo, denunciando violações do cessar-fogo e acusando os rebeldes de tentar tomar os civis como reféns. A rebelião aponta o dedo às milícias xiitas iranianas que apoiam o regime de Damasco, afirmando que estas bloquearam colunas de ambulâncias e autocarros que deveriam participar na evacuação.

Segundo o emissário da ONU para a Síria, 40.000 civis e cerca de 5000 combatentes rebeldes e respetivas famílias estão ainda na parte leste da segunda cidade do país.

De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, desde quinta-feira, cerca de 8500 pessoas, entre as quais 3000 rebeldes, foram deslocadas para território sob o controlo dos opositores do regime, como a cidade de Idlib.