Última hora

Última hora

Kvitova fora dos campeonatos entre três a seis meses depois de operação à mão esquerda

Petra Kvitova deverá ficar fora dos campeonatos entre três a seis meses, depois da operação à mão esquerda a que foi submetida, vítima de um esfaqueamento, duranrte um assalto, à porta de casa.

Em leitura:

Kvitova fora dos campeonatos entre três a seis meses depois de operação à mão esquerda

Tamanho do texto Aa Aa

Com Lusa e AFP

A tenista checa Petra Kvitova deverá ficar fora dos campeonatos entre três a seis meses, depois da operação à mão esquerda.

Kvitova foi vítima de um esfaqueamento durante um assalto que teve lugar à porta sua casa, na cidade checa de Prostejov.

Karel Tejkal, o agente da tenista, explicou que Kvitova sofreu lesões nos cinco dedos e em dois nervos da mão esquerda, aquela que usa para segurar a raquete.

Tejkal explicou também à imprensa que os médicos suturaram os tendões dos dedos feridos, numa operação que durou três horas e 45 minutos.

“A mão ficará ligada durante dois dias e depois terá de usar uma tala entre seis a oito semanas,” explicou o agente da tenista, assumindo que a lesão é grave.

No entanto, Karel Tejkal frisou que, segundo o cirurgião, Petra é “nova e saudável” e que “não há qualquer motivo para que não volte ao ténis.”

Kvitova tem 26 anos e foi duas vezes campeã de Wimbledon *, medalha de bronze dos *Jogos Olímpicos do Rio (2016) e é atualmente a 11.ª do ranking mundial.

Pouco depois do assalto, que teve lugar na terça-feira, a tenista explicou, na rede social Facebook, que ficou ferida quando tentava defender-se do agressor e confessou o seu alívio “por estar viva.”