Última hora

Em leitura:

Presidente argentino afasta ministro e reorganiza Ministério


Argentina

Presidente argentino afasta ministro e reorganiza Ministério

O presidente argentino, Mauricio Macri, demitiu, esta segunda-feira, o ministro da Fazenda e Finanças Públicas, Alfonso-Prat Gay, até agora responsável por toda a política económica do país.

Em paralelo foi também anunciada uma divisão do ministério em dois. As mudanças têm como pano de fundo o objetivo de relançar o crescimento, gerar mais emprego, baixar a inflação e aumentar as obras públicas.

Exigências que espelham os protestos que se fazem sentir no país desde o verão. Na manifestação do passado dia 20 de dezembro lembraram-se os 15 anos de “corralito”, uma restrição de movimentos de capitais.

“Basta de miséria, de fome, de despedimentos. O Governo não cumpriu qualquer promessa de campanha e a pobreza cresceu em um milhão e setecentas mil pessoas”, denunciou, na altura, Vilma Ripoll, líder do Movimento dos Trabalhadores Socialistas.

A Argentina tem estado em recessão e no ano que agora chega ao fim adotaram-se pesadas reformas económicas.

Em Agosto, as ruas de Buenos Aires e de outras cidades encheram-se de milhares de pessoas em protesto contra o aumento drástico das tarifas da eletricidade, água e gás, mas também dos preços dos transportes e bens essenciais.

Turquia: Gerente de cafetaria detido por se recusar a servir chá a Erdogan

Turquia

Turquia: Gerente de cafetaria detido por se recusar a servir chá a Erdogan