Última hora

Em leitura:

Vaga de frio ameaça refugiados na rota dos Balcãs


Sérvia

Vaga de frio ameaça refugiados na rota dos Balcãs

Os refugiados que se encontram na rota dos Balcãs estão em perigo por causa da vaga de frio que se abateu sobre a região.

De acordo com a ONG Médicos Sem Fronteiras (MSF), só na Sérvia encontram-se mais de 7500 pessoas, cerca de metade em acampamentos informais sem condições para resistir ao inverno. Em Belgrado dois milhares de jovens tentam acomodar-se em edifícios abandonados:

“Nunca vi um sítio como este nos meus pesadelos. Aqui a situação é pior que má, está demasiado frio. Temos esta espécie de lugar aqui, onde dormem três pessoas” – explica Muhammad Yusuf que tenta sobreviver a temperaturas que chegam aos 20 graus negativos.

Na Grécia, que viu a neve cobrir a Acrópole de Atenas, a situação não é melhor. Os refugiados que se encontram no campo de Malakasa, a norte da capital, reclamam melhores condições.

“Há pessoas com crianças de colo que precisam de ser aquecidas. Este frio ininterrupto é demasiado para nós. Por isso estamos aqui para tentar encontrar um local para as crianças” – refere Hmayoon Hashimi, do Afeganistão.

Os refugiados que se encontram nas ilhas do mar Egeu também estão em perigo, afirma a MSF que denuncia a falta de preparação do governo grego.

O frio que gelou o rio Danúbio já matou cinco dezenas de pessoas na Europa desde o fim de semana, em particular no leste do continente.