Última hora

O Chapecoense recusou morrer e voltou aos relvados.

Um momento de lágrimas mas também de alegria em Chapecó, no Brasil.

Tristeza por relembrar a equipa que morreu no fatídico acidente aéreo a 28 de novembro, de alegria por ressuscitar num curto espaço de tempo.

O desafio solidário opôs o Chapecoense ao Palmeiras.

Antes, os três jogadores que sobreviveram levantaram a Taça Sul-Americana, que a confederação sul-americana decidiu entregar ao Chapecoense, vítima da tragédia quando viajava para jogar a primeira mão da final da competição na Colômbia.

O jogo terminou empatado a duas bolas.

A equipa vai participar na liga brasileira, no campeonato estadual de Santa Catarina e na Taça Libertadores.