Última hora

Última hora

Manifestações contra Nicolas Maduro perdem força

A oposição, nas ruas, a Nicolas Maduro começa a perder força.

Em leitura:

Manifestações contra Nicolas Maduro perdem força

Tamanho do texto Aa Aa

A oposição, nas ruas, a Nicolas Maduro começa a perder força. Esta segunda-feira milhares de pessoas, mas longe das multidões anteriores, exigiram eleições presidenciais antecipadas. Uma resposta à grave crise que o país enfrenta.

Foi o primeiro protesto desde que, em outubro, foi suspenso um procedimento que visava angariar assinaturas para realizar um referendo para a destituição do chefe de Estado.

“Protestamos porque queremos eleições, para votarmos e decidirmos o futuro do país nas urnas. Nicolas Maduro tem pânico de eleições”, afirma Jose Manuel Olivares, um médico venezuelano.

“Chegámos ao ponto de não ter comida, nem segurança, de não podermos deixar os nossos filhos saírem para a rua, de ter uma nossa qualidade de vida cada vez menor com este regime ditatorial que não respeita os nossos direitos”, adianta uma jornalista, Maria Hernandez.

Os confrontos com a polícia foram inevitáveis.

Se houve também quem saísse à rua para defender Nicolas Maduro, a verdade é que as últimas sondagens dizem que cerca de 80 por cento dos venezuelanos desaprovam a sua política.