Última hora

Em leitura:

EUA: Democratas podem vetar nomeação de Neil Gorsuch para o Supremo Tribunal


EUA

EUA: Democratas podem vetar nomeação de Neil Gorsuch para o Supremo Tribunal

O Partido Democrata já criticou a nomeação do juiz Neil Gorsuch para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos da América, feita por Donald Trump.

Para que o nome de Gorsuch seja aprovado no Senado são precisos de 60 votos.

Isso significa que pelo menos oito senadores democratas têm de alinhar ao lado dos 52 republicanos, que são a maioria no Senado.

Para já, os democratas estão dispostos a ouvir Neil Gorsuch.

“O que não está claro, neste momento, é se os democratas vão tentar bloquear ou colocar entraves à nomeação. Alguns senadores democratas disseram que querem que o juiz Gorsuch tenha uma audiência e por isso, é preciso perceber se haverá a união de 40 democratas, necessários para tentar bloquear a nomeação”, afirma o jornalista da agência American Press, Mark Sherman.

Trump nomeou o juiz conservador de 49 anos, para ocupar o lugar do juiz Antonin Scalia, que morreu de morte súbita.

Desde 2016, o Supremo americano conta apenas com oito juízes, depois da maioria ter vetado a nomeação de Barack Obama.

A professora de direito da Universidade do Colorado,Melissa Hart, acredita que “há um desejo muito grande de lutar contra a sua nomeação por causa do bloqueio inadequado dos republicanos à nomeação de Merrick Garland. Espero que os democratas resistam à vontade de lutar porque, assim como não houve argumento para não nomear Merrick Garland, agora não há argumento para não nomear e confirmar Neil Gorsuch. Ele é talentoso e inteligente e será um excelente juiz.”

A nomeação de Neil Gorsuch gerou protestos.

Cerca de três centenas de ativistas reuniram-se, na última noite, em frente ao Supremo Tribunal dos Estados Unidos da América repudiando a nomeação de Donald Trump.