Última hora

Desde maio do ano passado que a região italiana da Calábria propõe uma exposição de arte que reúne 125 pinturas de autores ilustres, do século XVII ao século XX, com um único ponto em comum: todas foram apreendidas a um antigo mafioso.