Última hora

Em leitura:

EUA, Japão e Coreia do Sul criticam novo teste de míssil norte-coreano


Coreia do Norte

EUA, Japão e Coreia do Sul criticam novo teste de míssil norte-coreano

Estados Unidos, Japão e Coreia do Sul disseram ao regime de Kim Jong-Un para pôr fim às provocações, depois de Pyongyang ter realizado um novo teste com um míssil balístico.

O Pentágono disse ter “detetado e acompanhado” o lançamento de um projétil de “médio ou longo alcance” da Coreia do Norte em direção ao mar do Japão.

O porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros da Coreia do Sul afirmou que é um exemplo “claro da natureza da irracionalidade do regime de Kim Jong-Un, obcecado de forma maníaca com as suas capacidades balísticas e nucleares”.

Na Flórida, o presidente norte-americano garantiu ao primeiro-ministro japonês, que termina hoje a visita aos Estados Unidos, que Washington apoia “a 100 por cento” o aliado nipónico.

Shinzo Abe afirmou, por seu lado, que “o mais recente lançamento de um míssil norte-coreano é completamente inaceitável. A Coreia do Norte deve respeitar as resoluções do Conselho de Segurança da ONU”.

Segundo o Exército sul-coreano, o míssil foi disparado do oeste da Coreia do Norte por volta das oito da manhã, hora local, e percorreu uma distância de cerca de 500 quilómetros.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

EUA

Pró e anti-aborto face a face em manifestações nos EUA