Última hora

Última hora

Washington aplica sanções a vice-presidente da Venezuela

As sanções incluem o congelamento de todos os bens que se encontrem sob jurisdição dos EUA.

Em leitura:

Washington aplica sanções a vice-presidente da Venezuela

Tamanho do texto Aa Aa

Com EFE

O Governo dos Estados Unidos impôs sanções económicas ao vice-presidente venezuelano, Tareck El Aissami, que acusa de ligações às redes internacionais de narcotráfico.

Washington diz que a medida surge depois de “anos de investigação.”

Os EUA dizem ter a certeza de que El Aissami tem um papel importante nas rotas internacionais do tráfico de drogas.

Segundo as autoridades, al-Aissami teria ajudado ao envio de drogas desde território venezuelano para o estrangeiro, incluindo para o México e Estados Unidos, estando também ligado ao cartel mexicano dos Zetas.

Os EUA aplicaram sanções também contra o empresário Samark José Lopez Bello, que acusam de ser o testa-de-ferro de El Aissami.

Ainda assim, as autoridades norte-americanas insistiram no facto de que não estas não são sanções diplomáticas contra a Venezuela, mas sim contra indivíduos em particular, por causa das suas ligações com o narcotráfico.

As sanções implicam o bloqueio dos ativos de ambos os venezuelanos que se encontrem sob juridição dos Estados Unidos, que não poderão ser utilizados em qualquer transação.

Resta saber como afetará esta decisão do Tesouro dos EUA a já tensa relação entre ambos países, que não têm Embaixadores desde 2010.