Última hora

Em leitura:

Tensão entre a Venezuela e os Estados Unidos: Começaram as hostilidades entre Trump e Maduro


Venezuela

Tensão entre a Venezuela e os Estados Unidos: Começaram as hostilidades entre Trump e Maduro

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Aumenta a tensão entre Caracas e Washington. Há cerca de uma semana que Donald Trump e Nicolas Maduro se digladiam e a deslocação de Lilian Tintori, a esposa do líder da oposição, Leopoldo Lopez, à Casa Branca, não contribuiu para acalmar os ânimos. No regresso à Venezuela, Tintori afirmou:
“Senti que a prioridade da política internacional da Casa Branca é o nosso país, é a Venezuela. Eles sabem ao pormenor o que se passa na Venezuela”.

Ao mesmo tempo que recebia Lilian Tintori, Trump publicava um tweet em que reclamava a libertação de Lopez. Em resposta, o supremo tribunal venezuelano proferiu uma sentença de 14 anos de prisão para o líder da oposição detido há três anos. Lopez estava acusado de incitação à violência durante a onda de protestos anti-governamentais em 2014.

Mas a contenda tinha começado dias antes quando os Estados Unidos anunciaram sanções contra o vice-presidente da Venezuela, Tareck Al Aissami, suspeito de envolvimento num tráfico internacional de passaportes e drogas.

Uma história que a televisão norte-americana CNN divulgou no dia 6 de janeiro e que levou o governo de Caracas a proibir a distribuição da CNN na Venezuela.

Para o ministro venezuelano dos Negócios Estrangeiros, Delcy Rodriguez, “a reportagem da CNN e as sanções de Washington estão relacionadas e fazem parte de uma conspiração para derrubar o presidente Nicolas Maduro”.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

EUA

Vice-almirante Robert Harward recusa convite de Trump