Última hora

Última hora

Forças iraquianas iniciam ataque contra grupo Estado Islâmico na parte ocidental de Mossul

As forças iraquianas lançaram a ofensiva contra o grupo Estado Islâmico na parte ocidental de Mossul, informação avançada pelo primeiro-ministro do Iraque.

Em leitura:

Forças iraquianas iniciam ataque contra grupo Estado Islâmico na parte ocidental de Mossul

Tamanho do texto Aa Aa

As forças iraquianas lançaram a ofensiva contra o grupo Estado Islâmico na parte ocidental de Mossul, informação avançada pelo primeiro-ministro do Iraque.

Tropas norte-americanas chegaram à região, sexta-feira, para apoiar a operação que estará a ser liderada por forças especiais do país, com o apoio do exército e da polícia.

A questão humanitária continua a ser uma preocupação:

“Sabemos que tem sido difícil para as pessoas deixarem Mossul, até porque há demasiados tiroteios e há um problema com as pontes que permitem sair da cidade. Havia cinco pontes, originalmente, penso que agora não estão operacionais. Há uma série de problemas diferentes que deixam as pessoas desesperadas, vulneráveis, numa posição em que precisam, realmente, de assistência, mas não podem sair”, adianta Joel Millman da Organização Internacional para as Migrações, entidade que acredita que apesar dos combates cerca de 100 mil deslocados regressaram às suas comunidades.

Pensa-se que cerca de 750 mil pessoas permaneçam nesta parte da cidade de Mossul. De acordo com as Nações Unidas as condições humanitárias são muito graves, há pouca comida, combustível e água potável.