Última hora

Em leitura:

Centenas de migrantes forçam entrada em Ceuta


Espanha

Centenas de migrantes forçam entrada em Ceuta

Nos últimos quatro dias, mais de 850 migrantes africanos conseguiram entrar no enclave espanhol de Ceuta, através da barreira na fronteira com Marrocos.

Segundo as autoridades locais, o último incidente registou-se “por volta das 3h30 da manhã” desta segunda-feira, com 359 indivíduos a conseguirem entrar em Ceuta “depois de terem quebrado as portas de acesso com cisalhas e martelos”. Normalmente, as tentativas de entrada envolvem grandes grupos de migrantes, que tomam de assalto a barreira de seis metros, que tentam escalar.

O enclave de Ceuta constitui, juntamente com o de Melilla, a única fronteira terrestre entre o continente africano e a União Europeia. A vigilância dos oito quilómetros fronteiriços é da responsabilidade partilhada de Espanha e de Marrocos.

Mas atualmente Rabat encontra-se em desacordo com Bruxelas a respeito de um acordo de livre comércio e ameaçou, de forma implícita, aliviar o controlo sobre os migrantes.