Última hora

EUA: Lua cheia para "Moonlight" nos Spirit Awards

Foi uma noite de lua cheia para “Moonlight”, nos Spirit Awards, a competição anual do cinema independente norte-americano.

Em leitura:

EUA: Lua cheia para "Moonlight" nos Spirit Awards

Tamanho do texto Aa Aa

Foi uma noite de lua cheia para “Moonlight”, nos Spirit Awards, a competição anual do cinema independente norte-americano.

O filme de Barry Jenkins arrebatou os seis principais galardões do evento, em Santa Monica, na Califórnia, entre melhor filme, melhor diretor e melhor guião.

A película, com um orçamento de apenas 1,5 milhões de dólares, aborda a questão da identidade, acompanhando os vários momentos da vida, da infância à idade adulta, de um jovem afro-americano num subúrbio pobre de Miami.

Um drama social e uma história de amor entre dois velhos amigos que, com 8 nomeações para os Óscares, promete rivalizar com o favorito, a comédia musical “La La Land”.

“Elle” e Hupert, rainhas da noite

A noite dos Spirit foi marcada também pelos prémios de melhor ator para Casey Affleck, por “Manchester by The Sea”, e de melhor atriz para a francesa Isabelle Hupert, protagonista do filme “Elle”.

“Toni Erdmann” melhor filme estrangeiro

A película alemã “Toni Erdmann”, uma co-produção europeia, venceu na categoria de melhor filme estrangeiro.

Comédia musical vs drama social

O sucesso confirmado de “Moonlight” aumenta assim o suspense sobre a competição para os óscares, esta noite.

A cerimónia, boicotada por alguns nomeados por causa das políticas de Trump, deverá ser o palco de uma competição extremamente simbólica e talvez política, entre uma comédia musical e um drama social sobre a comunidade afro-americana.